Capão Bonito do Sul é pioneiro no georreferenciamento territorial de saúde

Uso de tablets e georreferenciamento das visitas domiciliares é uma inovação no município e deve qualificar o trabalho das agentes

A partir deste mês, os agentes de saúde de Capão Bonito do Sul contarão com sistema informatizado para cadastro de usuários do SUS e georreferenciamento das visitas. Para se adaptarem ao sistema, as agentes do município participaram de um treinamento com a empresa MAS + nesta segunda-feira (29). A iniciativa faz do município de Capão Bonito do Sul, pioneiro no georreferenciamento territorial de saúde do Estado. 

De acordo com a enfermeira do Posto de Saúde, Cristiani Knöpcker, o georreferenciamento é uma ferramenta que permite o mapeamento da saúde de uma população. “Agora será possível visualizar no mapa do município onde se encontram os indivíduos com alguma comorbidade e relacionar com as condições sanitárias daquela determinada população, por exemplo.”, explica. 

Antes da adoção do sistema, os dados eram anotados em fichas para que depois fossem digitalizados. A partir de agora cada agente de saúde contará com um tablet com o sistema instalado para preenchimento das fichas do e-SUS 2.1, onde os dados coletados poderão ser acessados pelos gestores e transmitidos para o Ministério da Saúde.

Além de trazer agilidade ao trabalho dos agentes, a partir dos dados coletados nas visitas será possível controlar a situação da saúde de cada usuário do SUS e realizar maior acompanhamento daqueles que necessitarem.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul – Vanusa Lopes MTB/RS – 18.532