Semana Farroupilha em Capão Bonito do Sul encerra com realização de Torneio de Laço e Gineteadas

Entre os destaques dos seis dias de comemorações está o Acampamento Farroupilha e Gincana Tradicionalista das escolas

As comemorações da Semana Farroupilha em Capão Bonito do Sul iniciaram na segunda-feira, dia 18, mas foi a chegada da chama crioula na quarta-feira, 20, que oficializou as festividades no município. Neste ano, a Semana teve como tema regional “Farroupilhas: idealistas, revolucionários e fazedores de história” e como homenageados a nível municipal o músico Rico Baschera, Albino Alves de Mello e José Pinto de Chagas.

Durante toda semana foram realizadas apresentações artísticas nas escolas, incluindo a realização do Acampamento Farroupilha e Gincana Tradicionalista, Torneio de Laço do CTG Nenê Lima e primeira Gineteada em burros e mulas.

Na Gincana Tradicionalista, realizada nos dias 21 e 22, os alunos das escolas do município formaram equipes mistas, para participar de atividades que envolveram a cultura gaúcha e tradicionalismo. Entre as tarefas da competição, esteve a avaliação da melhor comida campeira e doce típico gaúcho, melhor acampamento, avaliação das danças, música gaúcha, equipe melhor trajada e realização de desfile tradicionalista das equipes no centro da cidade.

Junto com a Semana Farroupilha, foi realizada a XIII Festa Tradicionalista e 8º Rodeio do CTG Nenê Lima, que foram comemorados com jantar Tradicionalista do CTG, no dia 22, onde também foi realizada a entrega dos troféus aos homenageados da Semana Farroupilha a nível municipal, seguindo com show de Rico Baschera e Tertúlia Livre. Nos dias 23 e 24, foi realizado o Torneio de Laço do CTG Nenê Lima e Gineteadas no Parque de Rodeios João Lindolfo Bolsonello, que encerraram as comemorações da Semana Farroupilha no município.

 

Tradicionalismo nas escolas

Conforme o prefeito Felippe Rieth, um dos objetivos para o próximo ano, é criar a disciplina de Cultura e Tradicionalismo para trazer para dentro da sala de aula um pouco da cultura gaúcha e história do Rio Grande do Sul. Segundo Felippe, essa é uma forma de não deixar que os costumes e tradições se percam com o tempo, inserindo cada vez mais os alunos na cultura gauchesca.

Além da nova disciplina, um dos projetos para o próximo ano é a criação da Oficina de Dança Tradicionalista dentro da escola de turno integral para todos os alunos da rede pública de ensino.

De acordo com o prefeito municipal, é essencial promover cada vez mais eventos que envolvam o resgate da cultura gaúcha, e principalmente, que sejam criados projetos tradicionalistas que envolvam a participação não só de alunos, mas também dos pais, como já aconteceu este ano com a Gincana Tradicionalista, onde os familiares puderam participar da competição.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul – Vanusa Lopes MTB/RS – 18.532