Prefeitura anuncia dois novos projetos de incentivo à Ovinocultura e Agroindústria Familiar

Durante a abertura da décima terceira Feira de Ovinos de Capão Bonito do Sul, o prefeito municipal Felippe Rieth anunciou dois novos projetos de lei de inventivo à ovinocultura e a pequenas agroindústrias do município.

O projeto nº 057 de 2018 prevê a criação do programa Mais Ovinocultura, que tem como objetivo aumentar a renda dos produtores familiares ligados à ovinocultura, através de incentivos para aquisição e ampliação do rebanho de ovinos dos produtores do município.

            O município de Capão Bonito do Sul é referência regional na criação de ovinos das raças Texel, Dorper, Ile de France, Suffolk e Santa Inês, contando com cerca de 60 produtores comerciais de ovinos.

Através da realização da Feira de Ovinos, a prefeitura, juntamente com a Associação de Ovinocultores do município – Assovino busca incentivar a ovinocultura, trazendo oportunidade de negócios e troca de experiências entre produtores locais e da região.

Com a criação do programa Mais Ovinocultura será dado incentivo a novos produtores de ovinos, fortalecendo a atividade no município, contribuindo com o aumento da renda das famílias do campo.

Para isso, serão priorizados os produtores que ainda não realizam a atividade, ou então que possuam até 20 animais em sua propriedade.

Programa Mais Renda no Campo

Já o projeto de Lei nº 058 de 2018 prevê a criação do programa da agroindústria familiar Mais Renda no Campo, a fim de atender os agricultores familiares através de apoio à implantação de novas agroindústrias, agregando valor aos produtos produzidos no município e melhorando a qualidade de vida dessas famílias.

Através do programa, a Administração Municipal deverá estimular a criação de feiras municipais e também regionais da agroindústria, valorizando os produtos de produtores locais, além de contribuir com o aumento da renda dessas famílias.

De acordo com o prefeito Felippe Rieth, os projetos visam fazer com que essas famílias ampliem a sua renda e consigam permanecer no campo. “O objetivo é valorizar nossos produtores, criando condições para que eles deem seguimento as suas atividades no campo, além de trazer novas oportunidades de negócios àquelas famílias que ainda não realizam as atividades em suas propriedades”, enfatiza.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul – Vanusa Lopes MTB/RS – 18.532