Secretaria da Saúde buscou conscientizar estudantes quanto ao suicídio, através de dinâmicas e diálogo

No mês de prevenção ao suicídio, conhecido como Setembro Amarelo, a Secretaria da Saúde e Assistência Social de Capão Bonito do Sul realizou uma programação especial na escola municipal Firmino Frizzo, na quarta-feira, dia 11.

            Através de atividades que estimularam quatro, dos cinco sentidos: audição, tato, olfato e paladar, os estudantes entravam em uma sala com os olhos vendados, podendo sentir aromas, tocar objetos, experimentar sabores e ouvir uma melodia tranquilizadora. Com a dinâmica, a equipe de saúde buscou fazer com que os estudantes, com os olhos vendados, tivessem uma maior percepção das coisas ao redor, aprendendo a elaborar melhor os sentimentos.

            Conforme a médica do Posto de Saúde, Vanessa Galvão, com a atividade se buscou valorizar as coisas simples da vida. “Era para eles saberem valorizar até as mínimas coisas, que só podem sentir se prestassem realmente atenção. Porque hoje as coisas acontecem muito rápido no mundo, e eles perdem a percepção do que realmente importa e vale a pena, e que as vezes não valorizamos”, explicou.

            Além da dinâmica com os sentidos, os alunos assistiram um vídeo motivacional e participaram de uma conversa com a equipe de saúde, sobre a importância do diálogo para a prevenção aos casos de suicídio, e sobre aprender a identificar comportamentos de uma pessoa que necessita de ajuda.

            Segundo Vanessa, um dos maiores problemas enfrentados hoje na saúde pública, está relacionado a saúde mental dos pacientes. “Aqui em nosso município também vemos grande número de casos de depressão, ansiedade e outras doenças desde a infância e adolescência”, comentou.

            Pensando nisso, no mês de prevenção ao suicídio, a equipe de saúde buscou trabalhar sobre o assunto dentro das escolas, objetivando a conscientização dos jovens sobre o assunto. “Nas nossas escolas encontramos o lugar ideal, já que podemos abranger temas além do próprio suicídio, como depressão, bullying e outros problemas característicos da idade… Esperamos que com as palestras consigamos conscientizar mais nossos jovens e ajudar no combate, desde os mais novinhos, contra essas enfermidades que assolam nosso dia a dia”, enfatizou a médica.

            Em Barretos, as atividades do Setembro Amarelo serão realizadas na Escola Horácio Severo da Costa, no dia 30 de setembro, com horário ainda não definido, pela psicóloga Bruna Abrão e a enfermeira Daniele Zanette Borin.

Setembro Amarelo

O dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. No Brasil, a campanha foi criada há 4 anos pelo Centro de Valorização da Vida – CVV, Conselho Federal de Medicina – CFM e Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP e desde então são realizadas campanhas e ações de conscientização em todos os estados brasileiros.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul – Vanusa Lopes MTB/RS – 18.532