Agricultura alerta para o descarte correto do lixo

A separação dos resíduos é importante para a preservação do meio ambiente, bem como, auxilia no momento da coleta  

Tema essencial para o desenvolvimento da sociedade, separar o lixo corretamente é o primeiro passo para a destinação, disposição e tratamento adequado dos resíduos. A dedicação de poucos minutos no dia para a separação de lixo doméstico, hospitalar ou qualquer outro, pode evitar danos significativos às pessoas e ao meio ambiente, além de gerar economia de energia, matéria-prima, água e espaço de aterros e lixões e fomentar a renda de muitas famílias.

Preocupada com o meio ambiente e também com a coleta seletiva no município, a Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, alerta para duas questões envolvendo o lixo em Capão Bonito do Sul. A primeira, é com relação ao horário da coleta, que mantém-se às terças-feiras, porém, agora, a partir das 8h da manhã, no município e no Distrito de Barretos. O segundo ponto, e relacionado à separação correta dos resíduos.

De acordo com o secretário responsável pela pasta, Clodomiro Rodrigues Cordeiro, a empresa que realiza a coleta do lixo encontra algumas dificuldades, tendo em vista o descarte incorreto de alguns resíduos. “Nem tudo o que não presta em nossas casas, deve ser descartado para que o caminhão leve. Alguns objetos devem ter outra destinação, que não a coleta seletiva de resíduos. Tendo consciência disso, poderemos trabalhar juntos para a preservação do meio ambiente”, pondera.

Clodomiro salienta ainda, que dependendo o tipo de objeto que é descartado, pode danificar os contêineres destinados à colocação do lixo. “Precisamos nos conscientizar sobre a separação correta do lixo orgânico e reciclável. Tendo alguma dúvida de onde e quando descartar, a equipe da Secretaria de Meio Ambiente está à disposição para auxiliar a comunidade”.

Lixo orgânico

Restos de alimentos, como cascas de frutas e legumes, raízes, folhas e outros materiais de origem biológica, são considerados lixo orgânico. Ainda que separá-lo seja necessário, é possível fazer a reciclagem desses itens. Com a compostagem de resíduos orgânicos é possível evitar que gases de efeito estufa sejam produzidos a partir do transporte até a armazenagem nos aterros.

Lixo reciclável

O lixo reciclável é composto de materiais como papel, vidro, papelão, plástico e alumínio. São materiais que podem ser usados de outras formas ou mesmo transformados. Para aumentar a eficiência, é importante separá-los por tipo. Ou seja, o alumínio deve ser guardado isoladamente, bem como o vidro, as garrafas PET e outros plásticos. Vale ressaltar que o vidro pode, ocasionalmente, ser misturado com o alumínio, desde que o posto de coleta aceite dessa forma.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul