Conferência de Saúde define ações para os próximos anos

O evento abordou o Sistema Único de Saúde durante a pandemia e apresentou os resultados da Consulta Pública que dará forma ao Plano Municipal de Saúde

Fotos: Felipe Souza/Ascom PMCBS

A Secretaria de Saúde e Assistência Social de Capão Bonito do Sul promoveu na tarde de terça-feira (14), a VII Conferência Municipal de Saúde com a presença de autoridades locais, comunidade e ainda, profissionais da área para debater a importância do Sistema Único de Saúde na pandemia, bem como, os problemas psicológicos desencadeados pelo coronavírus. Ainda, apresentou dados coletados através de Consulta Pública para a elaboração do Plano Municipal de Saúde (2022-2025).

Mais de 220 pessoas responderam ao questionário impresso ou de forma online, que ficou disponível em pontos específicos do município. Entre os resultados, a comunidade avaliou os atendimentos nos Postos de Saúde durante a pandemia, emitiu opiniões e sugestões para melhorar os serviços e escolheu ações a serem incorporadas nas unidades do município (sede e Distrito de Barretos), afim de ampliar e promover melhorias na saúde e bem-estar da comunidade.

As principais reivindicações foram a contratação de mais médicos como um Clínico Geral além de profissionais por especialidades, como Oftalmologista e Urologista, e ainda, a ampliação, em dois turnos para atendimento da ESF (horário entre 18h até 22h), e a manutenção de programas já realizados em Capão Bonito do Sul para grupos específicos como tabagismo, diabetes e hipertensão, para gestantes e ações preventivas à doenças, como Outubro Rosa e Novembro Azul.

Construção conjunta

O secretário de Saúde e Assistência Social, Fernando Avila de Melo, destacou que mesmo com a não obrigatoriedade da Conferência neste ano, por conta da pandemia, o evento foi realizado devido a necessidade da participação popular na realização do Plano Municipal de Saúde. “Entendemos que a opinião e as sugestões populares são fundamentais para a construção constante de melhores atendimentos nessa área tão importante e necessária para todos que é a saúde. Ficamos felizes com as participações e que poderemos construir juntos novas ações que beneficiarão a todos”.

Ampliando debates

O prefeito municipal Felippe Rieth, saudou a todos, e em sua fala, convidou aos presentes para um momento de gratidão aos profissionais de saúde do município, com uma salva de palmas em forma de agradecimento pelos atendimentos nesse período. Rieth enfatizou que graças a ciência existe vacinas e graças aos profissionais da linha de frente no combate à pandemia, milhares de vidas foram salvas. Ele pontuou também, que é através de encontros com a troca de ideias que melhorias podem ser realizadas. “A saúde de Capão Bonito do Sul é referência na região, e através da Conferência, temos um canal para colocarmos aquilo que temos como sugestão para melhorias e investimentos no município. Juntos podemos construir saúde ainda de mais qualidade no município”.    

O evento contou com a presença da Assessora de Gestão em Saúde, Janete Madalena Arcari, que falou cobre a criação do Sistema Único de Saúde (SUS), o qual possibilitou a ampliação no país dos atendimentos em saúde. Janete salientou a importância do serviço e a necessidade da defesa do sistema público de saúde, que proporciona atendimento médico, hospitalar e campanhas de vacinação. Já com o tema “compreendendo os problemas psicológicos na pandemia”, a Psicóloga, Caroline Nepomuceno abordou a saúde mental e, segundo ela, a ansiedade é um dos principais transtornos desencadeados nesse período. A profissional destacou o diagnóstico precoce para os tratamentos psicológicos e ressaltou que o SUS conta com atendimentos e orientações específicas para tais transtornos.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul