Agricultura lança o programa “Novos Horizontes no Campo”

Através de subsídios, a iniciativa visa fomentar atividades produtivas inovadoras para o município, além de estimular a geração de renda e empregos no meio rural

Promover o incentivo, a inovação e a diversificação dos produtos do campo, são objetivos do “Novos Horizontes no Campo”, programa lançado pela Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Capão Bonito do Sul, e criado através da Lei Municipal 933/2021. A iniciativa busca atender agricultores e seus familiares, desencadear um novo processo de desenvolvimento no meio rural a partir do fomento de atividades produtivas inovadoras para o município e promover a diversificação da matriz produtiva local, através da introdução de novas culturas nas propriedades da agricultura familiar.

O estímulo à geração de mais renda e empregos no meio rural, além da melhora na qualidade de vida dos beneficiários e suas famílias, e o incentivo à introdução de novos modelos de agricultura alternativa no âmbito do município e a promoção do desenvolvimento rural sustentável estão entre os objetivos do programa. O edital para o cadastro dos interessados foi lançado na última sexta-feira (01), e as inscrições seguem até o próximo dia 25 de outubro. Neste ano, será disponibilizado sessenta mil reais de subsidio, sendo divididos entre projetos que contemplem empreendimentos de produção vegetal e de produção animal. Para 2022, o valor destinado ao programa será maior, a ser definido, o qual deverá corresponder aos doze meses do ano.

De acordo com o secretário de Administração, Planejamento e Finanças, Gelson dos Santos Corbolin, o “Novos Horizontes no Campo”, irá disponibilizar, de forma subsidiada, os recursos financeiros para a implantação dos projetos selecionados. “Iremos realizar, de forma subsidiada, os serviços de maquinário previstos no projeto, necessários à instalação inicial dos empreendimentos selecionados e garantir assistência técnica especializada na área específica das ações beneficiados, pelo prazo mínimo de três anos”, pontua. Corbolin acrescenta que, o valor subsidiado poderá ser pago pelos beneficiários com carência de dois anos para pomares e um ano para os demais empreendimentos, e em 12 parcelas mensais.

Requisitos para participar  

Conforme explica o secretário de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Clodomiro Rodrigues Cordeiro (Tota), para a seleção dos interessados, alguns requisitos serão necessários, como por exemplo, que o produtor detenha, individualmente, ou em conjunto com seu núcleo familiar, o domínio ou a posse de até 25 hectares de terra. “Outro requisito é que as atividades agropecuárias devem ser a principal atividade econômica ou meio de subsistência, utilizando predominantemente mão de obra familiar, e que esse produtor resida na propriedade rural ou local próximo, desde que no município”, indica Clodomiro. O responsável pela pasta descreve ainda, que o produtor interessado deverá participar, obrigatoriamente, de capacitação técnica na área específica do projeto, além de não possuir débitos com a Fazenda Pública Municipal e possuir Bloco de Produtor Rural com inscrição ativa em Capão Bonito do Sul. 

Inscrições

O edital completo, com todas as informações, está disponível para consulta nos murais da Prefeitura e da Subprefeitura, em Barretos, e no site www.capaobonitodosul.rs.gov.br (publicações > editais > Edital Novos Horizontes no Campo). A análise da documentação dos interessados será realizada pela Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, bem como, as inscrições. Os produtores que quiserem aderir ao programa, precisam procurar a secretaria, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na Rua Arthur Feijó, nº 375, Centro.

Fonte: Assessoria de Imprensa de Capão Bonito do Sul